Dois anos de Pedrógão. Criar dia nacional em memória das vítimas era um "dever"

A Assembleia da República consagrou o 17 de junho como o dia nacional em memória das vítimas dos incêndios.

"Um dia que vai ficar para sempre." O 17 de junho "passará a estar no calendário português como o dia nacional em memória das vítimas dos incêndios florestais, de todos eles", conta Ferro Rodrigues, à conversa com a TSF.

Esta data servirá de homenagem e recordação para todos aqueles que sofreram os efeitos dos fogos ao longo de décadas em Portugal. "O apelo foi feito pela Associação de Vítimas de Pedrógão Grande, e eu tinha o dever de desenvolver o processo que levou à criação, por unanimidade, deste dia", assevera o presidente da Assembleia da República.

Pedrógão Grande sofreu com a passagem das chamas há dois anos, mas o país nunca esqueceu as feridas. Agora, diz Ferro Rodrigues, é importante evocar também "todos aqueles que, ao longo de muitos anos e de muitos incêndios, sofreram os resultados desses fogos, sejam bombeiros, sejam famílias, sejam soldados - como foi o caso do incêndio de Sintra, em setembro de 1966, em que morreram mais de três dezenas de soldados".

Os incêndios têm vindo a repetir-se como "um flagelo que infelizmente o país sofre há muitos anos, há décadas, e que teve a sua expressão máxima a 17 de junho de há dois anos, com as circunstâncias absolutamente terríveis para várias pessoas, sobretudo aquelas que ficaram presas em automóveis nas estradas".

A lembrança serve também como esteio para a reflexão e para o desenvolvimento de soluções para o país, diz o presidente da Assembleia da República. "Tivemos um período de choque, depois um de dor, depois de solidariedade, de ação, de intervenção e de reconstrução, e depois de acompanhamento e de memória", analisa, em declarações à TSF.

"Hoje há mais capacidade de prevenção para dias de extremos climáticos e combate", diz acreditar Ferro Rodrigues, que frisa que a "limpeza de florestas em muitos locais" preparou Portugal para vagas que ainda poderão estar por vir.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados