"É outra pandemia." Marcelo preocupado com custos económicos e sociais da guerra

Presidente da República reconheceu que seria importante que a União Europeia aceitasse a proposta de António Costa para baixar o IVA dos combustíveis.

Marcelo Rebelo de Sousa considera que o Governo tem de ir respondendo à medida do que for possível para fazer com que o impacto da guerra nas famílias e empresas seja o menor possível.

"O aumento de custos atinge as economias um pouco por toda a parte e a nível europeu estão a ser pensadas medidas. Há governos que já tomaram iniciativas e o Governo português foi dos primeiros. É outra pandemia que estamos a enfrentar", explicou.

Em Braga, no congresso da Associação Nacional de Freguesias, o Presidente da República reconheceu também que seria importante que a União Europeia aceitasse a proposta de António Costa para baixar o IVA dos combustíveis.

"O Governo tem dito que tem a expectativa de que isso aconteça a nível europeu, mas é uma decisão europeia", afirmou.

Questionado sobre se tem receio de que o Plano de Recuperação e Resiliência seja desviado para mitigar os efeitos da guerra, Marcelo esclarece que são assuntos diferentes.

"Uma coisa é o PRR e os seus destinos, outra coisa é haver da parte da UE medidas específicas, por causa da situação de guerra, para olhar para questões humanitárias", acrescentou Marcelo Rebelo de Sousa.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de