Estado de emergência: 27 detidos e 274 estabelecimentos encerrados

Portugal está em estado de emergência desde 19 de março.

O Ministro da Administração Interna revelou que foram detidas, até esta terça-feira, 27 pessoas por desobediência ao estado de emergência e encerrados 274 estabelecimentos por incumprimento.

Em conferência de imprensa, depois de uma nova reunião com a Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência, Eduardo Cabrita lembrou que o exercício físico deve ser feito perto do local de residência, e que os restaurantes não devem vender bebidas alcoólicas para serem consumidas na rua.

O governante reiterou que o trabalho das forças policiais tem-se centrado na sensibilização da população.

Eduardo Cabrita agradeceu ainda aos funcionários das empresas que garantem o abastecimento de bens como água e telecomunicações, que têm estado a funcionar "sem qualquer problema".

Além disso, o ministro da Administração Interna revelou que foram instaladas tendas na prisão de Caxias, para o caso de se registar algum caso de infeção no estabelecimento prisional.

Portugal está em estado de emergência desde as 00h00 de quinta-feira. O decreto presidencial, assinado por Marcelo Rebelo de Sousa, foi votado na quarta-feira no Parlamento, já depois de ter recebido o apoio do Governo e do Conselho de Estado.

Esta terça-feira foram confirmadas 33 vítimas mortais em Portugal, devido à Covid-19. O número de infetados cifra-se nos 2362, e há ainda 22 casos recuperados.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de