Em 4-2-4 ou 4-3-3, Rio promete manter-se "politicamente incorrecto"

Líder do PSD quer combater a abstenção e, para isso, conta com uma posição "diferente, mais arrojada, politicamente incorreta e muito criticada".

De visita à Coopval, uma cooperativa agrícola no Cadaval, o líder do PSD considerou que o debate da última noite, frente a António Costa, foi esclarecedor. Rio alimenta a esperança de ainda conseguir convencer mais portugueses a votar no PSD.

Rio acredita que a postura politicamente incorreta também vai ajudar no combate à abstenção e, por isso, explicou com que tática foi a jogo no debate com Costa.

"Joguei em 4-2-4. Dois a meio-campo, quatro à frente. Já perto do fim recuei para 4-3-3 para segurar o resultado." Metáforas futebolísticas à parte, a atribuição do vencedor tem divido opiniões. Rui Rio entende que o debate foi esclarecedor e vincou diferenças, mas não se revelou decisivo para o resultado das eleições.

"Foi o debate mais importante para as legislativas de 2019, disso não tenho dúvidas nenhumas. Decisivo, decisivo não é. Ainda há um caminho a percorrer até 6 de outubro e ainda há muitas pessoas que vão decidir ou alterar o seu voto", ressalva o líder social-democrata.

Estejam ou não decididos os votos, Rio promete manter-se politicamente incorreto para combater a abstenção.

"Em certa medida, as pessoas dizem-me que sou diferente, que tenho uma forma diferente de estar na política. Espero, com isso, contribuir para que as pessoas tenham alguma esperança que entretanto foram perdendo, revendo-se numa posição diferente, mais arrojada, politicamente incorreta e muito criticada. Espero que contribua para uma menor abstenção no que concerne ao PSD", atirou Rio.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de