Exemplo de Aristides: "O que significa desobediência nos dias de hoje? Temos de ter coragem"

Familiares de Jennifer Hartog foram ajudados por Aristides de Sousa Mendes e escaparam aos campos de concentração.

Jennifer Hartog é de origem holandesa, teve o pai nos campos de concentração, mas duas tias e um tio receberam um visto de Aristides de Sousa Mendes, em Bordéus, e escaparam às tropas nazis. Jennifer viajou do Canadá para Lisboa, para assistir às cerimónias que deram honras de Panteão ao cônsul português.

A familiar das vítimas conversou com a TSF, mostrou-se emocionada e lembrou que mesmo em 2021 todos têm que mostrar a coragem de Aristides. Jennifer explicou que o pai foi apanhado, porque pertenceu a um grupo de resistência a Hitler.

"O meu pai esteve preso em Auschwitz durante quatro anos, e voltou a ter liberdade em 1945. A coragem dele é muito importante para mim, tal como a do Aristides de Sousa Mendes. São duas pessoas que mostraram resistência", sublinhou.

Jennifer admite que o português de Ferro Rodrigues e Marcelo Rebelo de Sousa, que discursaram na cerimónia, não foi percetível. Ainda assim, notou-se uma mensagem de esperança, e é essa a função dos políticos.

"Esta foi a cerimónia que Sousa Mendes não recebeu quando morreu em 1954 em Lisboa, morreu pobre. Esta é uma forma de reabilitá-lo, o que é muito bom. A reabilitação política e social de Aristides foi feita durante décadas, mas esta cerimónia é muito tocante", disse aos microfones da TSF.

Jennifer defende que a ação de Aristides de Sousa Mendes, em 1940, tem que ser adaptada à atualidade, lembrando o caso dos refugiados que tentam chegar à Europa.

"Temos que fazer a transferência para os dias de hoje, e perguntarmo-nos o que significa essa desobediência nos dias de hoje. Temos que mostrar mais coragem. O capitão do Sea Watch, no mediterrâneo, mostra a coragem de Sousa Mendes ao resgatar migrantes. Não está a distribuir vistos, mas está a resgatar migrantes. É muito importante ligarmos as duas situações", aponta.

Aristides de Sousa Mendes recebeu honras de Panteão Nacional, por ter desobedecido a Salazar, em 1940, distribuindo vistos por milhares de judeus que fugiam às tropas Nazis. O cônsul acabou por ver o ordenado cortado para metade, com reforma antecipada, como represália pela sua ação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de