Governo está a investigar caso do navio de pesca português em águas argentinas

O Ministério dos Negócios Estrangeiros fala de fundadas suspeitas de pesca ilegal.

O Ministério do Mar está a investigar o caso do navio português de pesca, apresado em águas argentinas e acusado de pescar de forma ilegal.

O Calvão, de bandeira portuguesa, foi capturado, após uma perseguição da Marinha argentina. A perseguição prolongou-se por quatro horas, e as autoridades de Buenos Aires garantem que o barco nunca parou de pescar ao longo desse período de tempo.

O Governo português, pela voz de Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, fala de fundadas suspeitas de pesca ilegal. "O Ministério do Mar já abriu um pequeno processo de averiguações e um inquérito, já que há fundadas suspeitas de que o navio estaria a praticar pesca ilegal. Está a ser investigado se é verdade ou não."

Na manhã TSF, o ministro dos Negócios Estrangeiros revelou que o caso já está a ser analisado e que "o segundo plano é de apoio local à tripulação do navio, que está a ser providenciado desde domingo pela embaixada portuguesa em Buenos Aires".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de