Governo poderá aplicar medidas restritivas nos concelhos com 240 contágios por cem mil habitantes

Deputado único da Iniciativa Liberal falou num indicador em ponderação pelo executivo.

A Iniciativa Liberal (IL) admitiu esta sexta-feira que o Governo poderá aplicar medidas restritivas para combate à Covid-19, incluindo o recolher obrigatório, em concelhos em que a taxa de incidência de contágios atinja 240 por cem mil habitantes.

Perante os jornalistas, no final da reunião com o primeiro-ministro, em São Bento, o deputado único da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo falou num indicador em ponderação pelo executivo referente à fasquia a partir da qual se poderão tomar medidas restritivas num determinado município.

Para estas decisões mais restritivas, que poderão sair do Conselho de Ministros extraordinário de sábado, de acordo com João Cotrim Figueiredo, "estabeleceu-se um nível de incidência de contágios a partir da qual as regras já previstas para Lousada, Paços de Ferreira e Felgueiras se poderia aplicar".

"Esse nível de incidência é de 240 casos de média diária por cada cem mil habitantes nos últimos 14 dias. Este é o número que tem sido usado pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças", especificou.

Na perspetiva do presidente da IL, "embora esse critério seja discutível, há pelo menos uma base empírica que parece ter sustentação".

"Se for esse o critério - mas sempre com algumas exceções porque há concelhos muito onde a proporção pode ser distorcida, ou adjacentes a outros que sofram influência -, essa regra tem alguma lógica", admitiu.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de