IL levanta-se e sai do hemiciclo durante intervenção do PCP

O gesto dos liberais é uma forma de protesto pela ausência dos comunistas durante a intervenção de Zelensky.

No debate seguinte à sessão solene com Volodymyr Zelensy, o PCP tomou as seis cadeiras no hemiciclo, mas os deputados da Iniciativa Liberal (IL) levantaram-se e saíram quando os comunistas tomaram a palavra para intervir.

O gesto dos liberais é uma forma de protesto pela ausência dos comunistas durante a intervenção de Zelensky. Os deputados da IL voltaram a sentar-se assim que o deputado João Dias terminou a intervenção.

Entretanto, em declarações aos jornalistas, a líder parlamentar comunistas, Paula Santos, afirmou que a referência do Presidente ucraniano ao 25 de Abril "é um insulto".

Volodymyr Zelensky lembrou o aniversário da "revolução dos cravos", na próxima segunda-feira, para pedir "o combate à ditadura russa", com mais "armamento pesado" para as forças ucranianas e a adesão à União Europeia.

"O vosso povo vai celebrar a revolução dos cravos daqui a quatro dias. Vocês sabem o que traz a morte e a ditadura para a Ucrânia. Depois da Ucrânia, eles vão tentar fazer o mesmo na Moldávia", afirmou na Assembleia da República, falando numa "ditadura da Rússia".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de