Inês Sousa Real eleita porta-voz do PAN com 87% dos votos

A deputada sucede a André Silva, que decidiu colocar um ponto final na vida política.

Inês Sousa Real viu confirmada a eleição como porta-voz do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), sucedendo a André Silva. A deputada contou com 109 votos a favor (87%), 14 brancos e dois nulos.

Além da eleição da Comissão Política Nacional, foram também eleitos os novos elementos do Conselho de Jurisdição, que contou, igualmente, com apenas com uma lista.

Dos 27 membros eleitos, há 11 nomes novos e 16 dirigentes são reconduzidos, entre eles a deputada à Assembleia da República Bebiana Cunha, que surge em segundo lugar.

Em terceiro candidata-se Pedro Neves, deputado eleito à Assembleia Regional dos Açores, e em quarto Nelson Silva, deputado do PAN na Assembleia Municipal de Odivelas, que vai substituir André Silva, porta-voz demissionário, na Assembleia da República a partir da próxima semana.

Em declarações aos jornalistas, no primeiro dia do congresso, que decorre em Tomar, Inês Sousa Real mostrou-se disponível para negociar "tanto à esquerda como à direita, com o PS ou o PSD", e afirmou que serão os portugueses a decidir que caminho deve seguir.

A nova porta-voz do partido garante que o PAN está pronto e disponível para pertencer a um Governo. "O PAN apresenta-se, se os portugueses assim o entendam, para estar em condições de ser Governo. As condições têm de ser avaliadas consoante a matemática parlamentar", explicou.

André Silva deixa o partido ao fim de dez anos, seis deles na Assembleia da República. Foi o primeiro deputado do PAN e sai do partido para se dedicar à parentalidade. E, porque, nas palavras do antigo líder, "os políticos não se devem eternizar nos cargos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de