Autárquicas

Candidato socialista à câmara do Porto quer ouvir a cidade

Ao ouvir a cidade, o candidato Manuel Pizarro diz que pretende que as pessoas e instituições do Porto entrem na «construção de um projeto de modernidade».

O candidato socialista à câmara do Porto começa, este sábado, as suas ações de pré-campanha para ouvir a cidade numa tentativa de reconquistar para o seu partido a segunda maior autarquia do país.

PUB

Em declarações à TSF, Manuel Pizarro diz que quer «permitir que todas as pessoas do Porto e instituições da cidade façam ouvir a sua voz na construção de um projeto de modernidade».

«Considero que, nas circunstâncias difíceis que a cidade hoje enfrenta como todo o país, é necessário fazer um apelo ao envolvimento e participação dos cidadãos e é preciso dar tempo para que os cidadãos se sintam envolvidos na campanha», frisou.

O líder da concelhia socialista do Porto, que lançou o movimento «Fazer Ouvir o Porto», defendeu ainda que «Portugal precisa da energia e da capacidade empreendedora do Porto para ajudar a que o país possa vencer a crise em que está mergulhado».

«Estou convencido que é desta forma, envolvendo as pessoas, que conseguiremos trazer o Porto para o primeiro plano da vida nacional, como a cidade e o país precisam», concluiu.

Pizarro, que tem já programadas várias visitas a mercados e bairros e que quer promover conferências, terá como principal adversário o social-democrata Luís Filipe Menezes na disputa por esta autarquia.