Catarina Martins acusa Passos de tentar enganar portugueses

A dirigente do Bloco de Esquerda questionou se será realista o primeiro-ministro se propor a alcançar taxas de crescimento e saldos positivos durante 30 anos em Portugal quando isso nunca foi conseguido em nenhum país.

A coordenadora bloquista Catarina Martins acusou o primeiro-ministro de querer enganar os portugueses ao estabelecer metas económicas que são irrealistas.

Após Passos Coelho ter classificado de «irrealistas» os subscritores de um manifesto a favor da reestruturação da dívida, Catarina Martins perguntou se é realista propor taxas de crescimento e saldos positivos durante 30 anos em Portugal como propõe o chefe do Governo.

«Nenhum país do mundo o conseguiu durante mais de dois anos e diz que vai consegui-lo em Portugal durante 30 anos. Quer que considere isto realista?», questionou.

Catarina Martins recordou ainda que a reestruturação da dívida já foi usada em muitos países quando isso foi necessário e por isso não percebe porque Passos Coelho a chama de «irrealista».

«Temos de pôr a comprovação das nossas ideias nos pratos da balança. Querer aquilo que nunca foi conseguido por nenhum país do mundo é irrealista e é uma tentativa de enganar quem vive em Portugal», resumiu.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de