Eleições "não são para eleger primeiros-ministros, são para eleger deputados"

Num discurso de 47 minutos na Festa do Avante!, Jerónimo de Sousa destacou várias vezes que a CDU se apresenta às eleições legislativas com confiança, tendo mesmo afirmado que a confiança é a "palavra de ordem" do partido.

O secretário-geral do PCP destacou este domingo, durante o comício de encerramento da Festa do Avante!", que a CDU quer "crescer em votos e deputados" nas eleições legislativas de outubro, notando que confiança é "a palavra de ordem".

"Vamos para este combate para crescer em votos e deputados, confiantes no trabalho realização, no inquestionável papel desempenhado pelo PCP e pela CDU para levar para a frente o país e defender os interesses dos trabalhadores e do povo, e com o projeto de futuro alternativo de que somos portadores", afirmou Jerónimo de Sousa.

Num discurso de 47 minutos, o líder comunista destacou várias vezes que o partido se apresenta às eleições legislativas com confiança, tendo mesmo afirmado que a confiança é a "palavra de ordem" do partido.

Notando que "não há vencedores antecipados, nem deputado previamente eleitos", Jerónimo de Sousa disse, perante os milhares que o ouviam no comício de encerramento da 'rentrée' comunista, que as eleições "não são para eleger primeiros-ministros, são para eleger deputados".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de