Escolhas de Rio surpreendem em Setúbal e agradam em Santarém

Rui Rio voltou a apresentar "caras novas" para cabeças-de-lista em quatro distritos. Se em Santarém escolha é saudada, em Setúbal foi uma surpresa. Faltam revelar 10 nomes principais.

"Fico surpreendido por saber pela comunicação social". Palavras de Bruno Vitorino, presidente da distrital do PSD Setúbal, sobre os cabeças-de-lista anunciados na noite desta quinta-feira pela direção do partido. Em declarações à TSF, o líder distrital e um dos nomes críticos de Rui Rio, diz que não se pronuncia em relação ao candidato e a listas, reitera que o que tiver a dizer fá-lo-á diretamente ao presidente do partido na reunião agendada para dia 18 de julho.

Nas últimas legislativas, o círculo de Setúbal elegeu 18 deputados, quatro eram do PSD, sendo que o nome de Maria Luís Albuquerque seguiu no topo. Desta vez, vai Nuno Carvalho, vereador na Câmara Municipal de Setúbal.

No Ribatejo, é a presidente da Câmara de Rio Maior, Isaura Morais, quem encabeça a lista de Santarém. "Bom quadro, excelente autarca", salienta João Moura, presidente da distrital de Santarém.

Ao contrário de Bruno Vitorino, João Moura soube antecipadamente que Isaura Morais ia ser cabeça-de-lista. O líder do PSD/Santarém comenta à TSF que esta é "uma conquista e uma vitória para a distrital" e que o nome "coaduna-se com a estratégia de ter alguém com ligação ao distrito" a liderar a lista. De resto, o nome da autarca de Rio Maior já seguia em terceiro lugar como indicação da distrital.

Nas eleições de 2015, a lista de Santarém foi encabeçada por Teresa Leal Coelho e o PSD conseguiu eleger três deputados neste círculo (de um total de nove possíveis).

Dos nomes revelados pela esta quinta-feira pela direção do partido, além de Nuno Carvalho e Isaura Morais, juntam-se Cláudia André, por Castelo Branco, e Henrique Silvestre Ferreira, por Beja.

Nas últimas eleições, pelo círculo de Castelo Branco foi cabeça-de-lista Manuel Frexes e foi eleito juntamente com Álvaro Batista. Já em Beja, o PSD apenas elegeu a então cabeça-de-lista Nilza de Sena.

Estes nomes juntam-se aos outros seis que foram revelados no final do mês de junho, sendo que falta anunciar os cabeças-de-lista de outros 10 círculos.

Em declarações ao programa " Circulatura do Quadrado " da TSF e da TVI24, Rui Rio disse esta semana que os cabeças-de-lista para estas eleições são um misto de experiência com renovação. Fazendo as contas, esperar-se-á que os próximos nomes sejam de caras mais conhecidas e associadas mais facilmente pela população ao PSD.

Sobre o lugar em que o próprio presidente do partido irá nas listas, esse continua a ser um segredo bem guardado.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de