Francisco Louçã

Louçã aconselhou Gaspar a que «não se metesse em alhada monumental»

Francisco Louçã, no Fórum da TSF, revela que chegou a aconselhar o primo Vítor Gaspar para não aceitar o convite para ministro das Finanças.

Durante 13 anos no Parlamento, Francisco Louçã conheceu cinco primeiro-ministros. No Fórum TSF, considerou que Guterres era um mais bem preparado, que José Sócrates foi o mais combativo e Pedro Passos Coelho o mais perigoso.

Francisco Louçã, fundador do Bloco de Esquerda, transformou-se ao longo dos últimos 13 anos numa referência na Assembleia da República e a semana passada decidiu renunciar ao lugar de deputado, mas garante que não renúncia na luta da esquerda.

Na conversa com o jornalista Manuel Acácio e num registo de memórias a longo e curto prazo, Francisco Louçã acabou por revelar um conselho que deu a um familiar, em primeiro grau, para que evitasse problemas.

O familiar próximo é o primo Vítor Gaspar, atual ministro das Finanças. «Nos últimos 20 anos nunca me tinha cruzado com ele a não ser uma semana antes dele ser escolhido para o Governo, onde nos encontrámos no aniversário de um tio e falámos sobre isso, recomendei-lhe que se fosse convidado não se metesse nessa alhada monumental, agora é Portugal que está numa alhada monumental. Eu não vou misturar questões pessoais com questões políticas».