«País precisa do Porto para sair da crise», frisa Manuel Pizarro

Para o candidato socialista à câmara do Porto, Portugal «precisa da capacidade empreendedora, energia e valores» da segunda cidade e das exportações do norte.

O candidato socialista à câmara do Porto considera que Portugal não pode sair da atual situação de crise sem a ajuda da segunda maior cidade do país.

«O país precisa do Porto para sair da crise. Precisa da nossa capacidade empreendedora, energia e valores. O país precisa do Porto e do norte, região que continua a liderar as exportações», sublinhou Manuel Pizarro.

Por esta razão, o candidato socialista defendeu que «é ainda mais imperioso construir um projeto participado que envolva todos os cidadãos e instituições do Porto».

Na apresentação do Movimento Fazer Ouvir o Porto, Pizarro prometeu recuperar o mercado do Bolhão e recuperar o atraso da zona oriental da cidade e recuperar a vida dos bairros.

O antigo secretário de Estado da Saúde prometeu também não se vergar à «deriva centralista» que, na sua opinião, está a ser aprofundada pelo Governo e da qual disse «não haver memória».

«Ameaça a autonomia do porto de Leixões, não garante a autonomia do aeroporto Sá Carneiro no processo de privatização da ANA, pondo em risco os extraordinários resultados conseguidos pelo nosso aeroporto na atração de visitantes para o Porto e para o norte», acrescentou.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de