partido socialista

PS arranca com programa eleitoral participativo na Internet

O PS arranca hoje com um site na Internet destinado ao envio de propostas por parte de cidadãos para o programa eleitoral participativo, documento que será apresentado a 06 de junho pelo secretário-geral, António Costa.

Através do site gabinetedeeestudos.ps.pt, os cidadãos são convidados pelo Gabinete de Estudos do PS, entidade liderada pelo ex-secretário de Estado João Tiago Silveira, a apresentar propostas concretas para fazerem parte do futuro programa eleitoral do PS.

«Essas propostas serão depois selecionadas e eventualmente votadas - isto no caso de existirem várias propostas alternativas sobre um mesmo assunto. Não colocaremos à votação nenhuma proposta que não respeite os princípios políticos do PS, ou que seja considerada inexequível», advertiu o diretor do Gabinete de Estudos do PS, João Tiago Silveira.

Neste ponto, João Tiago Silveira salientou que o programa eleitoral do PS «terá como base um cenário macroeconómico a apresentar brevemente» (até ao final deste mês, segundo António Costa). «E todas as propostas do programa eleitoral respeitarão esse cenário macroeconómico», completou o diretor do Gabinete de Estudos do PS.

«As propostas no âmbito do programa eleitoral participativo serão votadas a tempo de serem eventualmente incluídas no texto final, que será apresentado aos portugueses a 06 de junho. Os nossos compromissos passam pela apresentação de uma programa eleitoral responsável, com medidas calendarizadas e impactos estimados, e pela apresentação de um texto claro, explicando e identificando em linguagem acessível o que é diferente face à maioria PSD/CDS», acrescentou João Tiago Silveira.

Para o envio de propostas por via eletrónica, segundo o PS, o cidadão deve procurar no site a entrada "programa participativo", inserir o seu nome e endereço de correio eletrónico, escrever o título da sua proposta (máximo 140 caracteres) e o respetivo texto (máximo dois mil carateres).