"Já se nota a maioria absoluta" no programa do Governo

De áreas políticas muito diferentes, André Silva e Isabel Galriça Neto concordam: de todos os programas de Governo de António Costa, este é aquele que tem metas menos definidas. Ambos lamentam que praticamente não exista, no documento, qualquer referência à inflação.

No programa da TSF Café Duplo, André Silva, antigo porta-voz do PAN, e Isabel Galriça Neto, eleita porta-voz do CDS no congresso do último fim de semana, defendem que o programa de Governo que o Parlamento começa esta quinta-feira a debater, já denuncia a existência da maioria absoluta do PS.

André Silva concretiza: "Este é, claramente, aquele que tem metas menos precisas, menos objetivos temporais (...) é um pró-forma, uma cópia do programa eleitoral do Partido Socialista." Do outro lado, Isabel Galriça Neto está de acordo. "É uma muito precoce mostra de que a arrogância socialista não se preocupa com a realidade."

Os dois comentadores registam também a ausência de respostas concretas à inflação, que atingiu em março o valor máximo desde 1994. A porta-voz do CDS defende que o programa do Governo é "completamente omisso no apoio ao setor económico". E Isabel Galriça Neto confessa-se "pasmada": o documento "não fala uma única vez de inflação".

Também André Silva nota essa ausência. "Apenas ao nível da defesa é que se percebe, e de forma muito ténue, que há uma guerra."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de