"Jardim Zoológico deve ser transformado num santuário animal"

Em entrevista à TSF e ao DN, a candidata do PAN defende a reconversão do Zoo de Lisboa e o fim do "horror" dos delfinários. Manuela Gonzaga acredita que conseguirá ser eleita vereadora, afirma que é um objetivo "possível e plausível".

A atual líder do PAN, Inês Sousa Real, foi provedora do animal em Lisboa, e acabou por bater com a porta, em 2017, dizendo não ter condições para cumprir as suas funções, na altura. Passaram quatro anos. Esse problema foi resolvido?

Não. A ideia que tenho é que não. Não foram dadas à senhora provedora que se seguiu à deputada Inês Sousa Real as condições que ela precisava e que Lisboa precisa. Lisboa, a autarquia de Lisboa, não só não é amiga do arvoredo como também não é amiga dos animais. E não estou a falar só de animais de companhia, vivemos em ecossistemas, temos animais silvestres que temos que respeitar também. Temos equídeos ao abandono em terrenos da câmara. Ninguém liga a esses animais. Defendemos um hospital veterinário, fazemos absolutamente questão que seja uma das medidas que se cumpram imediatamente. Defendemos o apoio à União Zoófila e o aumento das casas dos animais.

O PAN já defendeu a criação de uma espécie de SNS para os cuidados médicos animais. Este Hospital Veterinário que defende funcionaria nessa lógica?

Teria que funcionar, seguramente, mas nós queremos implementar um pelouro de bem-estar e proteção animal na Câmara de Lisboa. Achamos que é absolutamente fundamental. Defendemos, também, a criação de um banco alimentar municipal para animais. Há animais que estão a ser sustentados pela sociedade civil e a câmara poderia envolver-se nisso. Nós somos responsáveis pelos seres que vivem connosco, que coabitam connosco no planeta. Não podemos viver de coração fechado, pura e simplesmente, porque é disso que se trata. A esterilização deveria estar muito mais avançada, porque, obviamente, não há espaço para tantos animais. Deveria haver muito maior fiscalização, porque ainda há pessoas que criam animais para vender, que é uma coisa horrível e obscena. E sujeitam esses animais a maus-tratos, um animal não é um brinquedo. O zoológico, também achamos que deveria ser reconvertido e transformar-se num santuário de vida animal. E acabar com os delfinários, uma coisa crudelíssima, a exploração de animais inteligentíssimos, que atravessam os oceanos e que estão num tanque de betão, a fazer gracinhas com bolinhas e saltinhos e pessoas em cima. Isto é uma coisa horrível. É um insulto à nossa humanidade. E pagar-se para ir ver isto? Não. Isto tem que acabar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de