Joacine surpreendida com crítica do Livre à sua votação sobre Gaza

Em declarações à TSF, o assessor da deputada diz que Joacine está "em reflexão" e que falará sobre o tema "o mais tardar, amanhã de manhã".

Joacine Katar Moreira mostra surpresa pelo facto de o seu partido, o Livre, ter manifestado preocupação com a abstenção da deputada na condenação pela "nova agressão israelita a Gaza", aprovado na sexta-feira no parlamento, um voto "em contrassenso" com o programa e as posições do partido.

À TSF, o assessor da deputada diz que Joacine está "em reflexão" e que falará sobre o tema "o mais tardar, amanhã de manhã". Este domingo, adianta o assessor, haverá uma assembleia de membros do partido.

Na sexta-feira, em plenário da Assembleia da República, foi aprovado um voto apresentado pelo PCP de "condenação da nova agressão israelita a Gaza e da declaração da Administração Trump sobre os colonatos israelitas", texto que teve votos contra de PSD, CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal, bem como a abstenção da deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, e do deputado socialista Ascenso Simões.

"O Grupo de Contacto do Livre manifesta a sua preocupação com o sentido de voto da deputada Joacine Katar Moreira, em contrassenso com o programa eleitoral do Livre e com o historial de posicionamento do partido nestas matérias", condena a direção do partido, num comunicado emitido este sábado.

Segundo o mesmo comunicado, "o texto apresentado pelo PCP colhe uma posição favorável por parte da direção do partido Livre".

A direção do Livre reitera ainda que a abstenção da deputada única do partido "não reflete as tomadas de posição oficiais do partido sobre o tema em questão".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de