João Almeida quer CDS unido e bem gerido

Na moção que leva ao próximo congresso, porta-voz centrista defende que o partido deve integrar "várias correntes", "conservadoras e liberais" e com uma "gestão rigorosa e transparente".

É um dos possíveis candidatos a suceder a Assunção Cristas e prometeu no último Conselho Nacional do CDS apresentar uma moção ao partido no próximo congresso, agendado para os dias 25 e 26 de janeiro, em local ainda a definir. João Almeida, deputado e porta-voz do partido, disse, na altura, ter "muitas ideias em relação ao futuro do CDS" e já começou a escrever o texto que vai levar à reunião magna do partido e que apresenta sob o mote "Unidos vamos criar o futuro do CDS-PP".

Na nota de abertura, publicada esta tarde através do Facebook, João Almeida defende que o "CDS-PP é um partido rico em termos doutrinários", através do qual pretende "representar a direita democrática onde coexistem várias correntes", uma vez que o partido "sempre integrou as ideias conservadoras e liberais". E para que o partido possa crescer, João Almeida propõe aos militantes "um trabalho dedicado de reimplantação, de filiação de novos e recuperação de antigos militantes" numa lógica de proximidade.

Sem esquecer o desaire eleitoral das eleições legislativas, o porta-voz centrista apela à renovação do partido, sustentando a necessidade de "os órgãos nacionais serem redimensionados em função da realidade atual do partido", com uma "estrutura dirigente construída com e pelas diferentes gerações", e de o partido ser bem gerido".

"As finanças e o património do partido terão de ser objeto de uma gestão rigorosa e transparente. Não pode haver desequilíbrios financeiros, nem atos de gestão menos claros", salienta o deputado, eleito pelo distrito de Aveiro.

Considerado próximo da direção de Assunção Cristas, João Almeida afirma, no texto, que "arrumada a casa" o CDS se deve centrar em "soluções focadas, claras e compreensíveis" para recuperar a confiança dos portugueses e construir "uma alternativa política ao socialismo, batendo-se por uma sociedade aberta, rica e plural".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de