João Ferreira na rota do interior que "está por cumprir"

João Ferreira recebeu, esta tarde, o apoio de professores e investigadores da Universidade de Évora e visitou um laboratório dedicado ao estudo e valorização do património. O candidato reiterou a necessidade de inverter o declínio do interior e a criação de políticas que valorizem o desenvolvimento destes territórios.

A visita ao laboratório Hércules foi sem jornalistas, para cumprir as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS). À porta, o alerta da coesão territorial e económica que está por cumprir. "O PR tem por missão defender, cumprir e fazer cumprir estes preceitos e é preciso que isso aconteça não depois da catástrofe do abandono a que estas zonas são botadas tantas vezes, mas que sirva para prevenir a catástrofe", diz.

Em Évora, João Ferreira alertou para a necessidade de inverter o declínio do interior. É necessário alterar políticas e perceber o potencial deste território, que não está "condenado" ou tem "algum tipo de defeito estrutural e permanente". São necessárias polícias que valorizem a produção nacional e, consequentemente a produção local".

Combatendo assim o abandono rural, desenvolvendo a indústria local e criando condições de escoamento das produções. "A ditadura das grandes superfícies é um bloqueio ao desenvolvimento e afirmação da pequena e média produção", refere.

Empregos e serviços públicos de qualidade, assegurando a presença do Estado e invertendo o abandono destas regiões.

João Ferreira dá o exemplo de serviços desconcentrados do ministério da Agricultura que poderiam estar no interior, promovendo o seu desenvolvimento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de