João Oliveira diz que Marcelo terá de fazer "balanço" se houver nova maioria de esquerda

João Oliveira considera que "há uma necessidade, obrigatoriamente, de respeitar o resultado" das eleições.

O dirigente comunista João Oliveira considerou esta segunda-feira que o Presidente da República terá de fazer "um balanço" das suas responsabilidades, se no dia 30 de janeiro houver novamente uma maioria de esquerda no parlamento.

Questionado pelos jornalistas sobre se Marcelo Rebelo de Sousa terá de refletir sobre o resultado das eleições se houver novamente uma maioria de esquerda no parlamento, João Oliveira considerou que o chefe de Estado "tem as suas competências próprias, tem a sua responsabilidade própria, teve a intervenção que teve ao longo deste processo todo, como é conhecido".

O Presidente da República terá "de fazer também um balanço daquilo que foi o exercício das suas competências e das suas responsabilidades, considerando a resposta que os portugueses derem", sustentou, à margem de um contacto com populares pelas ruas de Beja.

"Há uma necessidade, obrigatoriamente, de respeitar o resultado que decorre da expressão do voto dos portugueses, e há uma obrigação de respeitar a correlação de forças que existam na Assembleia da República e as soluções que dali decorram", acrescentou o membro da Comissão Política do Comité Central do PCP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de