"Manter a influência portuguesa." Manuel Pizarro eleito presidente da delegação do PS em Bruxelas

O eurodeputado foi eleito com oito votos a favor e uma abstenção, do total de nove eurodeputados que o PS tem em Bruxelas.

O socialista Manuel Pizarro é o novo líder da delegação do PS no Parlamento Europeu, sucedendo a Carlos Zorrinho, que estava no cargo há sete anos e meio. O eurodeputado e presidente da federação distrital do PS do Porto promete "manter a influência" e afasta qualquer mal-estar do Porto com o Governo.

O eurodeputado foi eleito com oito votos a favor e uma abstenção, do total de nove eurodeputados que o PS tem em Bruxelas, e explica à TSF que o objetivo é "manter a influência" portuguesa em Bruxelas e aproximar os cidadãos do Parlamento Europeu.

"Manter a influência portuguesa nas instituições europeias, é hoje uma influência notável e temos de trabalhar para manter essa influência. Ao mesmo tempo, alargar a ligação aos temas nacionais e, em Portugal, aos temas europeus", refere.

Pizarro acrescenta que a "cidadania europeia" tem de aumentar entre os cidadãos portugueses, apesar de o país ter um elevado nível de aprovação à comunidade europeia.

Carlos Zorrinho anunciou a saída do cargo depois de o PS "ter visto reeleitos todos os postos eletivos que detinha" em Bruxelas, e apesar da surpresa na decisão, Manuel Pizarro garante que tudo foi articulado com o antecessor.

"Foi um processo não apenas articulado, mas estimulado pelo Carlos Zorrinho. A delegação socialista sai ainda mais unida do que já estava, e não há nada a apontar. Tenho a certeza que os nove deputados continuarão a fazer o seu trabalho: de progresso do PS e defendendo o nosso país", afirma à TSF.

Questionado sobre as críticas pela falta de ministros do Norte no novo Governo socialista, Manuel Pizarro defende que "é uma análise pouco rigorosa" olhando para todo o elenco governativo, garantindo que não é por ser natural do Porto, que foi indicado por António Costa para desempenhar o novo cargo em Bruxelas.

"Fico contente por ter esta nova responsabilidade, mas assumo-a em nome de todos os portugueses socialistas, e não apenas de uma região ou de outra", acrescenta.

Carlos Zorrinho anunciou a saída do cargo a 5 de abril e, em comunicado, explicou que saída "enquadra-se num ciclo de renovação que considera importante para manter a vitalidade da delegação socialista".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de