Marcelo acha "muito estranho" que Espanha exija teste negativo na fronteira terrestre

Presidente da República também aguarda esclarecimentos das autoridades espanholas.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira achar "muito estranho" que Espanha passe a exigir um teste negativo à covid-19 a quem viajar de Portugal por via terrestre sem ter informado o governo português.

"Naturalmente, tendo vindo de Espanha há dois dias, acho que não é estranho, é muito estranho que isso tenha ocorrido sem uma palavra ao Governo português", afirmou, reforçando: "Eu acompanho o governo, obviamente, naquilo que é a estranheza por, de repente, haver um dos países que adota uma posição unilateral".

Marcelo Rebelo de Sousa falava à chegada à Madeira, onde ficará até quinta-feira, 10 de Junho, com um programa intenso, para comemorar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

O chefe de Estado recordou que houve sempre a preocupação de ajustar entre os dois países as medidas adotadas em relação à covid-19.

"Por isso é que, e bem, o governo entende que é estranho", afirmou.

Espanha passou a exigir, desde hoje, a quem viajar de Portugal por via terrestre um teste negativo à covid-19, certificado de vacinação ou de recuperação da doença, segundo o Consulado Geral de Espanha em Portugal.

Esta medida já se aplica a quem viajava de Portugal para Espanha pelas vias marítimas ou aéreas, sendo a partir de hoje obrigatório para quem cruzar a fronteira terrestre.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de