Polémica no Governo. Marcelo lembra a Costa que primeiro-ministro tem "responsabilidade pela escolha" de ministros

Presidente da República falou ao país após desentendimento entre o primeiro-ministro e o ministro das Infraestruturas.

Marcelo Rebelo de Sousa remeteu para António Costa a responsabilidade da permanência de Pedro Nuno Santos no cargo de ministro das Infraestruturas. Segundo o Presidente, é o primeiro-ministro quem tem, a cada momento, de ver quem está "em melhores condições para ter êxitos" em cada objetivo.

"É ele que tem de ser responsável pelas escolhas mais ou menos felizes. É tão simples quanto isto", sublinhou Marcelo.

Na quarta-feira, o Ministério das Infraestruturas divulgou que a nova solução aeroportuária para Lisboa passava pela construção de um novo aeroporto no Montijo até 2026 e por encerrar o aeroporto Humberto Delgado, quando estivesse concluído o de Alcochete, em 2035.

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, assumiu esta solução em entrevistas à RTP e à SIC Notícias.

Já esta manhã, o primeiro-ministro "determinou ao ministro das Infraestruturas e da Habitação a revogação do despacho ontem [quarta-feira] publicado sobre o novo aeroporto da região de Lisboa".

Esta quinta-feira ao final da tarde, depois de ter estado reunido com António Costa, o ministro das Infraestruturas e da Habitação assumiu "erros de comunicação" com o Governo nas decisões que envolveram o futuro aeroporto da região de Lisboa, afirmando que "obviamente" se mantém em funções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de