"Onde avança a vacina, o vírus recua." Marcelo sai "irritantemente otimista" do Infarmed

Marcelo Rebelo de Sousa deixa aviso ao Governo, defendendo maior clareza na mensagem dada à população.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, saiu da reunião com os peritos, no Infarmed, "irritantemente otimista". O chefe de Estado lembra que "os especialistas já ajudaram muito".

"Saio mais [otimista], com todas as precauções, nomeadamente porque os portugueses têm de ajudar um bocadinho, nesta fase de transição da vacinação porque os especialistas já ajudaram muito, no sentido de mostrar a sensibilidade que falta ao processo em curso", disse o chefe de Estado.

Depois de ter ouvido todas as intervenções dos diferentes especialistas, Marcelo reteve, por um lado, que "onde avança a vacina, o vírus recua". No segundo ponto, Marcelo destaca que o Rt tem vindo a descer "em todas as regiões, o que podemos associar à vacinação".

"Na esmagadora maioria dos casos, as vacinas produzem efeitos em todas as idades. É importante para os portugueses que esmagadoramente acreditam na vacinação e para a minoria que tem dúvidas."

Sobre as variantes, o chefe de Estado admite que este é um tema que preocupa todos os portugueses, mas lembra que a vacinação tem sido eficaz perante as várias estirpes identificadas no país.

Quanto às novas regras, Marcelo pede clareza na mensagem dada à população. "É muito importante que essas linhas sejam o mais simples na sua apresentação às pessoas. A clareza na exposição é muito importante para as pessoas que ganham o mínimo fundamental de dados para perceberem o que devem fazer", disse o Presidente da República.

"Há um esforço da parte dos especialistas para enriquecerem o que chamamos de matriz de risco", considerou ainda Marcelo Rebelo de Sousa, que nas últimas semanas tem vindo a pedir alterações.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de