"O nosso herói." Marcelo agradeceu presencialmente a sem-abrigo que encontrou bebé

O Presidente da República classificou o gesto do sem-abrigo que encontrou o menor num caixote do lixo um ato "cívico" e "humano".

Marcelo Rebelo de Sousa manifestou vontade de agradecer à pessoa em situação de sem-abrigo que encontrou o recém-nascido no interior de um caixote do lixo em Lisboa, e que foi depois transportado com vida para o Hospital D. Estefânia.

"Se tudo correr bem, eu terei a oportunidade de agradecer a esse sem-abrigo", garantiu, em declarações aos jornalistas.

Marcelo Rebelo de Sousa falava no Parque das Nações, em Lisboa, depois de ter encerrado mais uma edição da Web Summit, a quarta realizada em Portugal, e aproveitou para elogiar o ato solidário que marcou esta terça-feira. "Aquilo foi um gesto, mais do que cívico, humano. Quando ele andava à procura de meios de sobrevivência, salvou uma vida."

Já no encontro com o sem-abrigo, noticiado pela CM TV, Marcelo Rebelo de Sousa referiu-se a este homem como "o nosso herói".

O sem-abrigo, de 44 anos, adiantou que ouviu um barulho "estranho", parou, mas não viu nada, tendo continuado o seu percurso, mas acabou por voltar para trás por continuar a ouvir o barulho. "Ele [bebé] tinha o cordão umbilical, estava muito gelado", declarou, referindo que as pessoas pensavam que "estava a vandalizar o caixote do lixo".

Para Marcelo Rebelo de Sousa, "foi uma felicidade". E, continuando a falar com o sem-abrigo, declarou-lhe que "é uma vida que pode ter salvo".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados