Marido de Ana Abrunhosa sócio de empresário condenado por corrupção em empresa que recebeu fundos comunitários

De acordo com o Página Um, o empresário foi condenado a três anos e cinco meses de prisão, com pena suspensa, por corrupção.

Depois de se saber que as empresas do marido de Ana Abrunhosa beneficiaram de fundos comunitários, em mais de 133 mil euros, o Página Um avança agora que uma das beneficiárias tinha como sócio um empresário condenado por corrupção.

A empresa "Thermlvet", nas Termas de Monfortinho, em Idanha-a-Nova, é responsável pela "conceção e desenvolvimento de produtos de uso veterinário com água termal", e tem como acionistas o marido e o sogro da ministra, em 80 por cento, com a restante percentagem a pertencer ao empresário chinês Zhu Xiadong.

De acordo com o semanário, na edição online, o empresário foi condenado a três anos e cinco meses de prisão, com pena suspensa, por corrupção ativa, em junho de 2020.

O caso remonta aos vistos gold, já que o Tribunal da Relação de Lisboa deu como provado o suborno a António Figueiredo, antigo presidente do Instituto dos Registos e Notariado. A mulher do empresário chinês também foi condenada pelo mesmo crime.

Citado pelo Expresso, o marido da ministra, António Trigueiros de Aragão responde apenas que "esse senhor é meu amigo e continuará a ser".

O Observador noticiou, na terça-feira, que as empresas do marido da ministra da Coesão Territorial receberam, pelo menos, 133 mil euros em fundos comunitários.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de