Medina ou Moedas? Projeções dão resultados diferentes. Veja aqui

Câmara de Lisboa não reúne consenso entre as sondagens avançadas por RTP, SIC e TVI.

Se no Porto a reeleição de Rui Moreira parece certa, em Lisboa não há, entre as projeções adiantadas pela RTP, SIC e TVI, um acordo sobre quem vai estar à frente dos destinos da capital.

A projeção da Universidade Católica para a RTP aponta para a vitória de Carlos Moedas em Lisboa, com 32% a 36% da votação, enquanto o principal adversário, Fernando Medina, reuniu 31% a 35%.

Já os resultados da Pitagórica para TVI apontam para a vitória de Medina, com entre 32,6% e 38,6% da votação contra 29,3% a 35,5% de Moedas.

A projeção do ISCTE para a SIC também aponta para a vitória do atual autarca, com 31,3% a 36,3%, seguido de Moedas, com 30,2% a 35,2%.

Rui Moreira continua no Porto, mas sem maioria

No Porto, segundo a TVI, Rui Moreira vence com 39,2% a 45,2% dos votos, enquanto Tiago Barbosa Ribeiro, do PS, acaba a corrida autárquica no segundo lugar, com 13,7% a 19,7%.

A RTP também avança com uma vitória para Rui Moreira, com entre 39% e 44% da votação e atribui 16% a 19% da votação a Tiago Barbosa Ribeiro.

A SIC aponta a reeleição do autarca com 39,2% a 44,2% e atribui 16,5% a 20,5% à candidatura do PS.

Coimbra muda de mãos

Em Coimbra, a RTP avança a vitória de José Manuel Silva, pela coligação PPD/PSD.CDS-PP.NC.PPM.A.RIR.VP, com 42% a 47% da votação, destronando assim Manuel Machado, do PS, que consegue um segundo lugar com 27% a 31% da votação. O movimento Cidadãos por Coimbra, liderado por Jorge Gouveia Monteiro, deve fechar o executivo municipal, com um único vereador.

Inês de Medeiros segura Almada

Em Almada, a candidatura do PS, liderada por Inês de Medeiros, consegue 40% a 45% da votação, segundo a projeção adiantada pela RTP. A CDU termina no segundo lugar, com 30% a 34%. A coligação PPD/PSD.CDS-PP.A.MPT.PPM deve reunir 8% a 12% dos votos, com um vereador e o Bloco de Esquerda, com 5% a 8%, pode não conseguir entrar no executivo.

Santana Lopes volta a liderar Figueira da Foz

Na Figueira da Foz, a RTP avança o regresso de Santana Lopes ao comando dos destinos do concelho, com 41% a 46% da votação. O PS surge no segundo lugar, com 33% a 37% e não é certo que o PSD, com 8% a 11% dos votos, consiga integrar o executivo.

Carla Tavares continua na Amadora

A Amadora continua a ser liderada por Carla Tavares, candidata do PS, com 42% a 46%, valores avançados pela RTP. A coligação PPD/PSD.CDS-PP.A.MPT.PDR, encabeçada por Suzana Garcia, reúne 23% a 27% da votação. O executivo é fechado pela CDU, com um vereador.

Ouça o comentário do diretor da TSF, Domingos de Andrade, sobre os primeiros dados da noite eleitoral

A votação nas urnas decorreu até às 20h00 locais (quando as mesas de voto fecharam nos Açores, eram 21h00 no restante território português) e houve mais de 9,3 milhões de eleitores em condições de participar na eleição do presidente da câmara, presidente da Assembleia da Assembleia Municipal e do executivo da Junta de Freguesia.

Candidataram-se mais de duas dezenas de partidos e mais de 60 grupos de cidadãos à votação e a Comissão Nacional de Eleições estima que tenham sido apresentadas, no total, cerca de 12.370 listas candidatas, das quais cerca de 1035 são de grupos de cidadãos eleitores.

São eleitos os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal dos 308 municípios do país e os 3091 presidentes e executivos das Juntas de Freguesia (na ilha do Corvo, nos Açores, o concelho com menos eleitores, o executivo municipal desempenha também as competências atribuídas à freguesia).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de