Miguel Pinto Luz moderado em relação ao OE2020

Candidato à presidência do PSD assume posição moderada sobre Orçamento do Estado para 2020. "Comigo o PSD não vota contra ou a favor de um Orçamento sem conhecer o documento", diz Miguel Pinto Luz.

A pouco menos de dois meses das eleições internas no PSD, começam a vincar-se as diferenças entre os candidatos. Ao contrário de Luís Montenegro que já anunciou que votaria contra o Orçamento do Estado que vai ser apresentado pelo governo, hoje Miguel Pinto Luz vem assumir uma posição mais moderada.

"Comigo o PSD não vota contra ou a favor de um Orçamento sem conhecer o documento, sem estudar e conhecer o seu impacto na vida dos portugueses", sublinha o candidato.

Miguel Pinto Luz sublinha que "o Orçamento do Estado é um documento demasiado importante para o país e que influencia a vida das pessoas" e, por isso mesmo, lembrando o facto de o PSD ser "um partido responsável", "seria no mínimo precipitado tomar uma posição sobre um documento que ainda não existe que não pôde ser devidamente estudado".

A posição de Pinto Luz vai ao encontro da de Rui Rio que ainda não disse taxativamente que vai chumbar o OE2020. No início do ano parlamentar, Rio sublinhou que "a probabilidade do Orçamento do Estado ser coincidente com as linhas mestras do programa do PSD" é reduzida, mas que aguardava para conhecer a proposta.

Na altura, até sublinhou não ter "dotes de bruxo" e que não podia dar opiniões sobre o que não existe.

É aqui que começa a clivagem com Luís Montenegro que, na apresentação da candidatura a presidente do PSD , reiterou que com ele não haverá acordos com o PS nem aprovação de orçamentos do Estado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de