Militares que encenaram recuperar armas no caso Tancos queriam louvor de Marcelo

Um dos objetivos relatados na missiva que o major Vasco Brazão enviou ao diretor da Polícia Judiciária Militar era conseguir um louvor de Marcelo.

Um documento redigido pelo major Vasco Brazão, à data, porta-voz da Polícia Judiciária Militar, remetido ao ex-diretor, o coronel Luís Vieira, aponta o objetivo de conseguir os louvores presidenciais para os militares envolvidos na recuperação do armamento.

O caso estava nas mãos da Polícia Judiciária civil. No entanto, foi a PJM que pôs termo ao desaparecimento das armas de Tancos.

Um dos objetivos da encenação - com encobrimento dos autores do delito - relatados na missiva que o major Vasco Brazão enviou ao diretor da Polícia Judiciária Militar era conseguir um louvor de Marcelo Rebelo de Sousa, como avança o Jornal de Notícias .

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados