Montenegro não atira toalha ao chão e desafia Rio para debate

Depois do nervosismo, o balão de oxigénio: Montenegro vai à segunda volta das eleições no PSD. A Pinto Luz diz que contará com ele, a Rio desafia-o para um debate. Game on (outra vez!)

Ao longo da noite, a campanha de Luís Montenegro temeu o pior. Rostos fechados, telemóveis na mão a receber resultados a conta-gotas, nervosismo. Mas à medida que as horas iam passando e a hipótese de uma segunda volta ganhava forma, começaram a ver-se alguns sorrisos nas caras dos apoiantes do antigo líder parlamentar.

Conseguiu a confiança de 12.767 militantes, o que representa 41,26% dos votos. Do lado de Rio, foram 49,44%. Para Luís Montenegro não foi uma derrota, o candidato prefere olhar para o copo meio cheio. "Hoje foram mais os militantes que votaram na mudança do que os que votaram na continuidade e é por isso que teremos uma segunda volta", disse sorridente do palco montado numa sala de conferências de um hotel em Lisboa.

Pedindo "unidade, clarificação e ambição", Montenegro promete dar tudo nesta semana de campanha e, como que piscando o olho aos apoiantes de Miguel Pinto Luz, deixa claro que vai contar com ele em caso de vitória na próxima semana. "Saúdo Miguel Pinto Luz que deu um contributo muito positivo para esta eleição, pela qualidade política, ideias e participação neste debate. Se for eleito, contarei com ele", diz Montenegro acrescentando mais à frente que também terá ao seu lado pessoas das listas de Rui Rio se chegar à São Caetano à Lapa.

Já ao atual presidente do PSD, Luís Montenegro lança um desafio: um debate televisivo durante a próxima semana. "Não podemos fugir à responsabilidade de debater o futuro do PSD e, sobretudo, o futuro de Portugal", fazendo um all in rumo à segunda volta.

Referindo ainda que o seu verdadeiro adversário é António Costa, Montenegro repetiu aquilo que tem vindo a dizer ao longo da última semana de campanha, posicionando-se como se vê: candidato a primeiro-ministro de Portugal.

Acompanhado pela mulher e também por Pedro Alves, Margarida Balseiro Lopes, Pedro Pinto e, claro, Hugo Soares, Luís Montenegro esquivou-se a responder aos jornalistas. Entre repetidos "obrigado", Montenegro acha possível dar a volta ao resultado e sublinha que há uma semana de campanha. Ao mesmo tempo que diz estas parcas palavras, uma peça de mobiliário é derrubada com estrondo pela avalanche de jornalistas.

O mobiliário caiu com estrondo, agora resta saber com que estrondo cairá Montenegro ou Rui Rio no próximo sábado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de