Mota Amaral é o instrutor do processo que pode retirar condecorações a Berardo

Histórico social-democrata foi nomeado por despacho da chanceler do Conselho das Ordens Nacionais, Manuela Ferreira Leite.

O antigo presidente da Assembleia da República João Bosco Mota Amaral é o instrutor do processo disciplinar a Joe Berardo que pode levar à retirada das suas condecorações pelo Conselho das Ordens Nacionais.

Segundo uma nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet, o histórico social-democrata foi nomeado por despacho da chanceler do Conselho das Ordens Nacionais, Manuela Ferreira Leite.

Mota Amaral é membro da mesma ordem com que foi condecorado Joe Berardo e também com o grau máximo, a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, o que constitui um requisito para ser instrutor do processo.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados