"Não faz sentido uma candidatura presidencial do PS"

Apoiante confesso da recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa, Ferro Rodrigues lembra que as sondagens mostram que "70% dos socialistas querem votar" no atual Presidente: "Estou bem acompanhado."

Sem arrependimentos por ter sido uma das primeiras vozes do PS a manifestar a intenção de voto na recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa, Eduardo Ferro Rodrigues considera que, no atual cenário, "não faria sentido" uma candidatura do PS.

"Não me parece que com 70% dos socialistas a quererem votar em Marcelo Rebelo de Sousa faça sentido haver uma candidatura do PS", afirma a segunda figura do Estado, em entrevista à TSF.

Sobre o apoio a Marcelo, Ferro Rodrigues diz que se limitou a dizer o que pensa, sente-se "bem acompanhado" e "não tem qualquer motivo para se arrepender" do que disse.

Mas se ele já decidiu o sentido de voto, "não o choca" que haja socialistas (como Pedro Nuno Santos) que tencionem votar em candidatos apoiados por partidos da esquerda.

"O ato de votar é eminentemente pessoal e secreto", diz Ferro Rodrigues.

Veja a entrevista a Ferro Rodrigues na íntegra:

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de