Nuno Freitas quer que Rui Rio ouça o partido

Presidente da concelhia do PSD de Coimbra e próximo da candidatura de Miguel Pinto Luz assegura que o problema no partido não é a "fragmentação".

Em reação à recandidatura de Rui Rio à presidência do PSD, o presidente da concelhia social-democrata de Coimbra e próximo da candidatura de Miguel Pinto Luz, considera "saudável a candidatura do atual presidente do partido". Nuno Freitas defende que é positivo o facto de Rui Rio assumir a liderança do grupo parlamentar, mas desde que ouça o partido.

"É uma opção da atual direção. Há de facto no grupo parlamentar personalidades de múltiplas capacidades e com argúcia política. Ainda bem que Rui Rio está nesse debate. Vamos ter o Orçamento de Estado. Espero que Rio, ainda para mais neste cenário de discussão interna, oiça também o partido", disse à TSF Nuno Freitas.

O presidente da Concelhia de Coimbra não tema pela fragmentação do PSD e defende que o que o partido precisa é de encontrar os melhores protagonistas e boas ideias. "O problema não está na fragmentação. O problema está em encontrar os protagonistas, boas ideias, bom programa político, bom projeto que anime as pessoas", explica.

Quanto à crítica que Rui Rio dirigiu aos adversários, falando em "vaidade", Nuno Freitas defende que a questão é mais profunda e sai em defesa de Miguel Pinto Luz.

"Miguel Pinto Luz é uma pessoa com uma autoestima equivalente à de Rui Rio. Mas talvez tenha uma noção diferente", assume.

Rui Rio confirmou esta segunda-feira que irá concorrer às próximas eleições diretas do PSD, numa corrida onde estão, até agora, Miguel Pinto Luz e Luís Montenegro.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados