PAN quer ver crimes ambientais na Ria de Aveiro reprimidos

O PAN anunciou que apoia a queixa-crime contra desconhecidos que o Movimento de Amigos da Ria de Aveiro se dispõe a apresentar devido a descargas poluentes, e apela às autoridades para não deixarem impunes os crimes ambientais.

"O Movimento de Amigos da Ria de Aveiro pondera seriamente apresentar uma queixa-crime contra desconhecidos junto do Ministério Público e terá todo o apoio do PAN", anuncia o partido. Em comunicado, o PAN apela "às autoridades com capacidade de intervenção na gestão dos recursos hídricos do distrito de Aveiro - Agência Portuguesa do Ambiente, Águas da Região de Aveiro e os diversos Municípios, que concertem esforços com as autoridades de investigação oficiais para detetarem e punirem severamente os prevaricadores, pondo fim aos graves atentados ambientais que, sistematicamente, se têm vindo a repetir e ficado em total impunidade".

Desde o início do ano foram detetadas diversas descargas na Ria, no Canal de Mira (concelho de Ílhavo), bem como nos rios Ul, que passa pelos Concelhos da Feira, S. João da Madeira e Oliveira de Azeméis e desagua no Antuã, e no próprio Antuã, que se estende pelos concelhos de Arouca, Vale de Cambra, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis e Estarreja, desaguando na Ria de Aveiro.

"No canal de Mira são mesmo dejetos humanos, provenientes de saneamento doméstico e largados à noite, e industriais, oriundos de uma via do mecanismo de descarga de emergência, acoplado às estações elevatórias das Cochadas e de Pisão, da responsabilidade das Águas do Centro", sustenta o PAN.

Quanto às observadas nos rios Ul e Antuã tem origens diversas, como doméstica, em suiniculturas e em unidades industriais.

"Infelizmente estas situações são recorrentes e as autoridades têm conhecimento delas, mas realmente pouco fazem e todas dizem não ter meios para resolver o problema", lamenta o PAN, concluindo que "sem uma fiscalização capaz, estações de tratamento de águas residuais, saneamento básico e vontade política, não se prevê que terminem tão cedo".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de