PEV diz que com desagravamento da pandemia é preciso olhar para os cuidados primários

A deputada Mariana Silva sustenta que "toda a população mais vulnerável" tem de continuar com cuidados, apesar do desagravamento da Covid-19 no país.

A deputada do PEV Mariana Silva considerou esta quarta-feira que, com o desagravamento da pandemia em Portugal e o eventual levantamento da maioria das restrições, é necessário investir nos cuidados de saúde primários e prestar atenção à população "mais vulnerável".

"A infeção está num processo decrescente e, por isso, podemos pensar, o Governo pode pensar, em retirar algumas das medidas que temos até hoje", disse a deputada do Partido Ecologista "Os Verdes", na Assembleia da República.

Depois de uma reunião entre o Governo, Presidente da República, epidemiologistas e especialistas em saúde pública, e os partidos com representação no parlamento, por vídeoconferência, Mariana Silva sustentou que "toda a população mais vulnerável" tem de continuar com cuidados, apesar do desagravamento do SARS-CoV-2 no país.

"É necessário prestar atenção a esta população. Para isso, 'Os Verdes' querem reforçar a ideia de que é necessário olhar para os cuidados primários", completou.

A deputada ecologista também disse que na reunião discutiram-se "um conjunto de incertezas" por causa de um possível agravamento da pandemia, provocada por uma variante "com maior resiliência".

Para combater esta possibilidade, a também dirigente do PEV considerou que é necessário contratar mais profissionais de saúde.

Mariana Silva também advogou que o alívio das restrições devia ser acompanhado de investimentos que garantam a segurança da população, como, por exemplo, mais transportes públicos.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de