Prestes a estrear-se, Bernardo Blanco garante IL "bastante motivada" para a legislatura

Deputado de 26 anos é um dos dois com menos de 30 eleitos pelo partido em janeiro. Entra no Parlamento esta terça-feira e tem em Cecília Meireles, a deputada "mais competente dos últimos três anos", uma das referências.

O aquecimento está feito. Quase dois meses depois da realização das legislativas, a maratona da XV Legislatura arranca esta terça-feira e Bernardo Blanco, eleito pela Iniciativa Liberal no círculo de Lisboa, é um dos estreantes.

No grupo parlamentar do partido, que aumentou de um - João Cotrim Figueiredo - para oito o número de deputados - um eleito por Braga, quatro por Lisboa, dois pelo Porto e uma por Setúbal - "está toda a gente bastante motivada". E estão motivados para quê? "Para fazer o escrutínio máximo a esta maioria absoluta e para propor uma visão alternativa de país, com propostas alternativas e ser, por isso, uma oposição construtiva."

Aos 26 anos, é um dos deputados mais jovens da nova legislatura. Uma marca que agrada, mas não satisfaz Bernardo porque "temos cerca de 3% de deputados sub-30, enquanto a população ronda os 30%", algo que se traduz, nota, numa faixa etária "claramente sub-representada, dez vezes menos é bastante desproporcional". Na Iniciativa Liberal, que diz querer "trazer mais jovens para a política", há outra deputada eleita com menos de 30 anos: Ana Patrícia Costa Gilvaz.

A poucas horas de tomar posse como deputado e sem querer revelar demasiado, Bernardo Blanco sublinha que uma das primeiras iniciativas do partido é a de submeter, ainda esta terça-feira, a proposta de regresso dos debates quinzenais. Entretanto, "daqui a 15 dias, quando vier o Orçamento, aí sim vamos começar com propostas mais específicas para os vários grupos, quase tudo de âmbito fiscal".

A IL deve também voltar a temas como o ambiente, violência doméstica ou crimes de autodeterminação de género, "com algumas revisões" nas propostas a apresentar, mas uma das bandeiras é a denúncia do esforço fiscal, em especial o de quem está a entrar no mercado de trabalho, que é "demasiado para o nível de rendimentos muito baixo" e leva, por exemplo, à incapacidade de pagar uma casa.

Questionado pela TSF sobre os deputados que o inspiram - ou podem vir a inspirar -, Bernardo Blanco refere o nome de "amigos como Adolfo Mesquita Nunes, Miguel Morgado e o Micha [Michael Seufert]", mas também o de quem aponta como a deputada "mais competente dos últimos três anos": Cecília Meireles.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de