PS e PSD aprovam sozinhos mudança de debates com Costa para de dois em dois meses

Se medida for aprovada, presença do primeiro-ministro deixa de ser obrigatória nos debates quinzenais.

PS e PSD aprovaram esta terça-feira, com votos contra dos restantes partidos, a alteração de regimento que põe fim aos debates quinzenais com o primeiro-ministro e torna a sua presença obrigatória apenas de dois em dois meses.

Na votação indiciária realizada esta terça-feira no grupo de trabalho - e que terá de ser ratificada na Comissão de Assuntos Constitucionais e confirmada na quinta-feira em plenário -, PS e PSD votaram sozinhos a favor do artigo que cria um novo modelo de debates com o Governo.

Votaram contra esta alteração os representantes no grupo de trabalho do BE, PCP, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de