PSD deixa cair projeto de revisão constitucional após nega de Montenegro

Rui Rio contactou ambos os candidatos à liderança sobre o avanço do processo, mas a resposta negativa de Montenegro fez cair a iniciativa.

O PSD deixou cair a intenção de entregar projetos para a revisão constitucional e para a reforma do sistema eleitoral à Assembleia da República. A decisão surge depois de Luís Montenegro não ter dado a sua anuência para que o processo avançasse.

Os sociais-democratas já tinham garantido que, se pelo menos um dos dois candidatos à liderança do partido - Montenegro ou Moreira da Silva - não concordasse com o desenvolvimento do processo, deixá-lo-iam cair. Esse cenário confirma-se agora, explica o partido em comunicado, depois de Rui Rio ter contactado ambos.

"Tal como era de prever por declarações públicas que ambos já tinham feito, o candidato Luís Montenegro não deu a sua concordância a que o PSD abrisse agora um processo de revisão constitucional, nem que entregasse na mesa da Assembleia da República o projeto de lei relativo ao sistema eleitoral", lê-se no comunicado divulgado esta tarde.

Perante esta posição de Montenegro, "a direção nacional e a do Grupo Parlamentar irão respeitar essa vontade e não irão entregar os referidos diplomas para debate e decisão parlamentar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de