Bloco de partos fechado em Portimão. PSD quer reunião de urgência com administração e ARS

Deputados do PSD lembram que, por falta de pediatras, no espaço de um mês o bloco de partos no Hospital de Portimão fechou duas vezes.

Os deputados do PSD do Algarve querem uma reunião de urgência com a Administração do Centro Hospitalar e Universitário da região e com a Administração Regional de Saúde. A gota de água foi o encerramento do bloco de partos no Hospital de Portimão entre a última quinta-feira e as 9h desta segunda-feira.

Os eleitos do PSD lembram que, por falta de pediatras, no espaço de um mês essa situação aconteceu duas vezes e que, para qualquer parto, as grávidas tiveram de percorrer cem quilómetros até Faro. O deputado Luís Gomes fala em desconsideração do poder central.

"Tem a ver com a total desconsideração que o Governo tem feito relativamente à região do Algarve, na ausência de meios para que todos nós tenhamos acesso a uma saúde digna. Estes últimos episódios têm a ver com deficiências no serviço de obstetrícia em Portimão, em que as grávidas têm de se deslocar para Faro. Era uma coisa que, em 2015, os membros deste Governo criticavam no Governo que era formado pelo PSD e bem. Por outro lado, pelas carências que há ao nível do serviço de pediatria, absolutamente lamentáveis", explicou à TSF Luís Gomes.

Os deputados do PSD querem agora reunir com a administração do centro hospitalar para pressionar a tutela a resolver as carências com que os serviços se confrontam.

"Para que possamos perceber efetivamente quais são os meios de que o CHUA necessita efetivamente do Governo para que, enquanto deputados, possamos reclamar esses meios para a região do Algarve e, de uma vez por todas, acabar com estas deficiências que têm consequências para a saúde de todos nós, designadamente dos mais pequenos. Esta é uma situação absolutamente recorrente ao longo dos anos, por vários governos, mas foi este Governo que disse que salvou o Serviço Nacional de Saúde e é por isso mesmo que tem de ser este Ministério e esta ministra da Saúde a resolver, sem demagogia, sem populismo e sem mentiras para os algarvios, o problema do acesso à saúde de qualidade na região do Algarve", acrescentou o deputado do PSD.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de