PSD e CDS juntos na corrida a Lisboa? "É por necessidade", não significa que "têm mais força"

PSD procura entendimentos à direita em Lisboa para as autárquicas, mas PS garante que não está preocupado em entrar em "corridas a parcerias".

Duarte Cordeiro, presidente da Federação da Área Urbana de Lisboa do Partido Socialista, não está preocupado com a coligação autárquica alargada que PSD e CDS estão a promover para a Câmara de Lisboa, nas próximas eleições autárquicas.

O candidato do PSD, Carlos Moedas, apresenta esta quarta-feira a candidatura à Câmara Municipal de Lisboa e tem estado a recolher apoios também entre os pequenos partidos para uma frente de direita.

Em declarações à TSF, Duarte Cordeiro mostra não estar assustado com as movimentações do PSD e garante que o PS não está numa "corrida às parcerias", em função dos entendimentos à direita.

"Não é esse o tempo. Não é pelo facto de existirem entendimentos políticos à direita que tem de haver uma correria por parte de todos", atira o socialista.

Duarte Cordeiro afirma que o entendimento entre o PSD e o CDS é uma "coligação de necessidade" e que o facto de os dois partidos concorrem juntos às eleições "não significa que o projeto político tenha mais força".

"Já vimos, no passado, entendimentos políticos à direita que tiveram resultados piores do que quando as forças da direita foram [a votos] separadas", recordou.

Ainda assim, Duarte Cordeiro não dá para já uma resposta fechada sobre futuros acordos dos socialistas na autarquia de Lisboa, mas lembra que o PS sempre esteve disponível para entendimentos.

"Do lado do Partido Socialista, essa abertura existe e vai continuar a existir. Estou certo de que haverá a continuidade de um projeto que visa transformar a cidade", declarou o presidente da Federação da Área Urbana de Lisboa PS, ressalvando que a recetividade a entendimentos não é exclusiva aos partidos e que os movimentos sociais são também um contributo importante para Lisboa.

As eleições para os órgãos das autarquias locais ainda não têm data marcada, mas deverão acontecer entre setembro e outubro deste ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de