PSD. Poiares Maduro é "forte possibilidade" para liderar lista apoiada por Montenegro

Esta é apenas uma das listas com as quais a oposição interna vai enfrentar as escolhas de Rio para o Conselho Nacional do partido.

Há "fortes possibilidades" de ser Miguel Poiares Maduro a liderar uma lista apoiada por Luís Montenegro. A informação recolhida pela TSF aponta o nome do antigo ministro como uma hipótese que está a ser ponderada. Esta é apenas uma das listas com as quais a oposição interna vai enfrentar as escolhas de Rui Rio para o Conselho Nacional.

Outra hipótese é que esse lugar seja ocupado por Pedro Alves, líder da distrital de Viseu. Há também a possibilidade de Pedro Calado, presidente da câmara do Funchal, revela a agência Lusa. No entanto, fonte próxima de Luís Montenegro disse à TSF que o nome para encabeçar a lista será divulgado pelo próprio Montenegro ao longo do dia de hoje

Do lado dos apoiantes de Paulo Rangel, Miguel Pinto Luz vai estar na frente de uma lista, mas Rangel não vai apresentar, nem apoiar nenhuma. O candidato derrotado nas diretas quer dar um sinal claro de que o PSD está unido para as eleições de 30 de janeiro, no entanto, admite que outros não deixarão de marcar posições no Congresso.

Há dois anos, houve 10 listas alternativas. Desta vez, não se sabe quantas vão aparecer, mas os deputados André Neves e Lina Lopes também vão avançar. Há ainda que contar com Duarte Marques, Carlos Reis e Catarina Rocha Ferreira, todos eleitos do PSD no parlamento e que devem também tentar a sorte na corrida ao Conselho Nacional.

Na quinta-feira, foi anunciado que o histórico militante do PSD Pedro Roseta vai encabeçar a lista do presidente Rui Rio. Em comunicado, Rio anunciou que o até agora vice-presidente Nuno Morais Sarmento será o primeiro da sua lista ao Conselho de Jurisdição Nacional, enquanto Paulo Mota Pinto voltará a ser o candidato à presidência da Mesa do Congresso.

Rui Rio encabeçará a lista para a Comissão Política Nacional do partido e José Silvano irá manter-se como secretário-geral do PSD.

A entrega das listas para os órgãos nacionais terá de acontecer até às 18h00 de sábado e a eleição decorrerá no domingo de manhã.

* Atualizado às 08h04

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de