PSD sem pressa para discutir programa de Governo

Na reunião que decorreu ao início da tarde, Rio teve também oportunidade de olhar para a bancada social-democrata e não ficou desagradado com o que viu.

Rui Rio não marcou as eleições para a direção da bancada parlamentar porque quer fazer coincidir com o debate do programa de Governo e, para isso, não há pressa.

"Se há um programa de Governo para debater no parlamento por 230 deputados, isto não é um faz de conta, é suposto que os deputados tenham tempo para ler o programa que vão debater", diz o presidente do PSD depois da primeira reunião do grupo parlamentar do partido nesta legislatura.

De acordo com um regulamento interno do grupo parlamentar, o PSD precisa de uma antecedência de oito dias para efetuar a eleição da direção da bancada.

Ora, com isso em mente, Rio não marcou ainda porque espera para saber quando é que vai ficar agendada a sessão e que sairá da próxima Conferência de Líderes.

Na reunião que decorreu ao início da tarde, Rio teve também oportunidade de olhar para a bancada social-democrata e não ficou desagradado com o que viu.

"Não olhei para ali e não descortinei ninguém que estivesse com uma vontade imensa de começar logo a dizer mal e vir cá para fora dizer mal, isso realmente não vi", diz Rui Rio que considera ter visto "um quadro mais bonito".

Agora, dos deputados eleitos, espera lealdade para com o PSD, mas não só. "Leais ao presidente do partido e leais ao colega do lado, leais que é isso que devemos ser na vida. Na política e fora dela", conclui Rio.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados