PSD vai dar liberdade de voto no referendo sobre eutanásia

Rui Rio esclarece que deputados vão ter "liberdade de voto completa" no dossier da eutanásia, incluindo na proposta de referendo apresentada pelo Chega. Tema foi conversado entre Rio e Montenegro.

Paulo Mota Pinto fugiu do assunto durante todo o dia, seja na reunião da bancada, seja no almoço do International Club ("neste momento está em aberto"), mas nesse preciso momento era fechado entre presidente em funções e presidente eleito: deputados do PSD vão ter liberdade de voto.

Quando questionado no parlamento, Rui Rio não se quis alongar nos assuntos que tratou com Luís Montenegro na primeira reunião após as diretas, sobretudo porque temas como liderança da bancada vão cair para depois do congresso, mas como até lá existe esta votação importante, aí a decisão ainda é legitimamente de Rui Rio.

"Esse é um dos pontos que era preciso falar e ninguém é contra a liberdade de voto, é uma tradição do partido e assim será", diz Rui Rio sobre os projetos do PS, Bloco de Esquerda e PAN.

E sobre o referendo proposto pelo Chega e que é defendido por Luís Montenegro? "É de repetir aquilo que foi feito há um ano [2020], há uma liberdade de voto completa, cada um vota como entender", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de