Rio "admirado" com ideia de que país precisa de mais Estado

Rui Rio comentou assim as declarações de António Costa e Silva, ao qual foi encomendado pelo Governo socialista de António Costa um estudo sobre a recuperação da economia.

O presidente do PSD, Rui Rio, disse estar "admirado" com a ideia de que o país precisa de mais Estado, uma vez que do seu ponto de vista "não se pode ter Estado por todo o lado".

"Mais Estado na economia? Fiquei admirado com uma coisa dessas porque o que precisamos é de justamente de menos Estado no nosso dia-a-dia e na nossa vida. Uma coisa é ser social-democrata como sou e outra é haver Estado a mais e Estado a mais já vai para lá daquilo que a ideologia que defendo. Não sou liberal, mas não podemos ter o Estado por todo o lado", disse Rui Rio.

O líder do PSD, que esta manhã visitou o Colégio Nossa Senhora da Esperança, no Porto, comentou assim as declarações de António Costa e Silva, ao qual foi encomendado pelo Governo socialista de António Costa um estudo sobre a recuperação da economia, à RTP em que defendeu "mais Estado na economia" para proteger as empresas e o emprego.

"Não acho que seja esse o caminho, mas vamos ver o que vai sair desse plano. Vamos apresentar as nossas ideias para a recuperação económica e assentam muito mais na atividade privada e no investimento privado, do que em mais Estado, mais impostos, mais despesa pública", comentou Rui Rio.

Convidado a cometar uma das ideias já expressas por António Costa e Silva, que vai ao encontro do reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Rui Rio frisou que esse é "obviamente" um objetivo "sempre importante", mas apontou: "Não basta reforçar, é preciso conseguir melhor gestão do SNS."

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de