Rio pede ao Governo para "impor um confinamento a sério"

O Presidente do PSD endureceu o discurso em relação ao combate à pandemia de Covid-19.

O presidente do PSD, Rui Rio, pediu esta segunda-feira ao Governo para "impor um confinamento a sério", defendendo que o executivo "não existe para ser popular".

Em duas publicações na rede social Twitter, Rio endureceu o discurso em relação ao combate à pandemia de covid-19, numa altura em que o Governo está reunido em Conselho de Ministros extraordinário e no dia em que Portugal atingiu um novo recorde de mortos.

"Um Governo não existe para ser popular, existe para fazer o que se impõe que seja feito, principalmente em cenário tão dramático", escreveu o líder social-democrata.

Rui Rio defendeu que, para tal, o Governo terá de "assumir os erros, esquecer o 'marketing' partidário e impor um confinamento a sério, em nome do interesse nacional".

"O PSD nunca negou a sua cooperação, nem se aproveitou da situação para tirar dividendos partidários. É isso que vamos continuar a fazer. Assim o Governo faça, também ele, o seu papel e Portugal mais uma vez vencerá", apelou.

O Conselho de Ministros está reunido para decidir as novas restrições para conter a pandemia. Costa fala esta tarde ao país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de