Rua da Ucrânia. IL quer mudar nome da rua junto à embaixada russa

A IL propõe que Portugal siga o exemplo de outros países e altere o nome junto à embaixada da Rússia.

A Iniciativa Liberal (IL) vai propor à Câmara de Lisboa que altere o nome da rua junto à embaixada da Federação Russa: de Rua Visconde de Santarém para Rua da Ucrânia. O grupo municipal dos liberais vai apresentar na terça-feira uma recomendação ao Executivo de Carlos Moedas em mais um gesto de solidariedade para com o povo ucraniano.

Em entrevista à TSF, a deputada municipal Angélique Da Teresa elogia o povo português, que "tem sido incansável no esforço de mobilização", e admite que "só se recorda de algo semelhante na altura de Timor-Leste".

"Achámos que a melhor forma de prestar homenagem ao povo ucraniano seria, efetivamente, expor as autoridades russas para que todas as comunicações e missivas que forem para a embaixada, tenham esta homenagem ao povo ucraniano", explica.

A deputada municipal acrescenta que outros países estão a tomar medidas idênticas, como a Lituânia, Letónia e o Brasil, com um remetente comum: Vladimir Putin.

"Pode ser visto como uma afronta. Nós não somos pioneiros, há outros países a desenvolver iniciativas neste âmbito. Quero acreditar que muitos outros países farão o mesmo. Não é uma afronta ao povo russo, mas sim às autoridades russas", esclarece.

Na proposta do partido, a que a TSF teve acesso, a IL lembra que "a maioria dos membros da comunidade internacional condenou a ação bélica numa votação histórica, no seio da ONU", com 141 países a condenarem a guerra.

Os deputados liberais destacam ainda as manifestações por todo o mundo, "incluindo o povo russo que está proibido de se manifestar".

A recomendação da Iniciativa Liberal vai ser votada na terça-feira, no plenário da Assembleia Municipal de Lisboa, junto de outras iniciativas em solidariedade com a Ucrânia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de