Rui Rio "estupefacto" com chumbo do PS à audição do presidente da Câmara de Setúbal na AR

O líder do PSD considera que o presidente da Câmara de Setúbal, André Martins, não tem condições para continuar.

O líder do PSD, Rui Rio, assume a surpresa pelo PS não ter dado luz a que o presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, desse explicações na Assembleia da República.

"Estou absolutamente estupefacto com aquilo que o PS resolveu fazer, que é impedir que o presidente da Câmara de Setúbal possa ser ouvido na Assembleia. Isso era absolutamente fundamental, até para ele próprio", disse Rui Rio aos jornalistas.

Para o presidente do PSD, esta "é uma das primeiras ações de uma maioria absoluta que não se entende".

O líder social-democrata esclarece que ainda não falou com Fernando Negrão, mas explica que os vereadores têm liberdade: "O partido, em termos centrais e locais, não tem poder sobre os vereadores eleitos. Mas o partido pode ter opiniões? Pode. Depois os vereadores fazem o que entenderem."

Em termos pessoais, "mesmo que tenha uma ideia, essa ideia vai ser dada lá dentro", garante Rio. "Posso entrar com uma ideia e sair de lá com outra."

Nas palavras de Rui Rio, "o assunto é grave e carece de uma explicação", pelo que "a audição era importante".

Em resposta à explicação do PS, que disse que cabe à Assembleia Municipal fiscalizar a autarquia, o líder social-democrata diz que "acontece em Setúbal, mas tem uma importância nacional".

"Não estou aqui para dar conselhos à CDU, mas o presidente deve pensar se te condições para continuar. Dá-me ideia que não tem", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de