Rui Rio sublinha importância das próximas eleições autárquicas para o PSD

O líder do PSD garantiu que a direção nacional do partido "empenhou-se a sério na escolha dos candidatos às autarquias".

O presidente social-democrata afirmou que as autárquicas deste ano "são muito importantes" para o partido, que perde peso eleitoral nas eleições locais "desde 2009", e disse que "o PSD tem de começar a ganhar forte".

"Considero que as eleições autárquicas de 2021 são muito importantes para o país e são muito importantes para o PSD (...). Para o PSD estas eleições de 2021 são mais importantes que as outras eleições autárquicas por uma razão simples: desde 2009, inclusive, todos os anos perdemos um bocadinho de peso. Um bocadinho em 2009, muitíssimo em 2013 e outra vez muitíssimo em cima de muitíssimo em 2017. O PSD não pode continuar a perder. Tem de virar e começar a ganhar forte", disse Rui Rio.

O líder dos sociais-democratas, que falava no Porto na cerimónia descrita em agenda como de apresentação do programa do candidato do PSD a este concelho, garantiu que a direção nacional do partido "empenhou-se a sério na escolha dos candidatos às autarquias, em todas as autarquias sem exceção", frisando que "um bom candidato não é apenas aquele que é conhecido do grande público porque aparece na televisão". "Um bom candidato é aquele que é reconhecido localmente como alguém capaz de mudar o seu município", apontou.

Rui Rio acrescentou outro dado à "importância das eleições autárquicas deste ano", fazendo um apelo ao "voto responsável" dos portugueses.

"[As eleições autárquicas] são muito importantes para o país, não as eleições de 2021, mas todas as eleições autárquicas. Queria chamar a atenção de todos os portugueses que, normalmente, acham que as eleições legislativas ou presidenciais são as mais relevantes para o futuro do país, e não é assim", disse Rui Rio.

Para o presidente do PSD, a eleição de autarcas significa "eleger políticos que têm uma ação absolutamente determinante na qualidade do dia-a-dia", pelo que o voto em eleições autárquicas tem de ser, disse, "um voto extraordinariamente responsável".

"Confrontamo-nos mais depressa todos os dias com o poder local, do que com o poder central", sublinhou.

Lembrando que o poder local democrático tem 45 anos, Rui Rio defendeu que este "é das maiores conquistas do 25 de Abril [de 1974]".

"Nestes 45 anos quem fez mais pelos portugueses? Foi o poder central ou o poder local? Desde o saneamento básico até à digitalização, o trabalho do poder local democrático é notável", referiu num discurso de cerca de 20 minutos que juntou, no salão nobre da Alfândega do Porto, militantes e apoiantes de Vladimiro Feliz, candidato à Câmara Municipal do Porto.

As eleições autárquicas têm de ser marcadas pelo Governo para entre 22 de setembro e 14 de outubro.

Em Portugal há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira), e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de